Acrópole

Acrópole, palavra derivada do grego akrópolis, significa cidade alta. No sentido original, era a colina onde estava construída a cidadela ou a fortaleza, mas ao longo da história evoluiu para um local de culto com os santuários mais importantes. O exemplo mais famoso é a acrópole de Atenas, localizada em um afloramento rochoso acima da cidade de Atenas e contendo o Partenon, o templo dedicado à deusa Atena protetora da cidade.

A acrópole era sempre o último refúgio em caso de invasão da cidade. Foi para a acrópole que a população mais vulnerável (idosos, mulheres, crianças e doentes) correu quando Atenas foi atacada pelos persas no século V a.C. Vencidos os persas, a acrópole foi reformada e embelezada com o Partenon, o Erecteion e obras de Fídias, o maior escultor grego da época.

Atualmente, a acrópole de Atenas é um sítio arqueológico e desde 1975 está em trabalho de restauração. Em 2009, foi inaugurado o Novo Museu da Acrópole no qual se conservam a maior parte das peças escultóricas e arquitetônicas originais dos monumentos. Desde então, o governo grego tem feito esforços, inclusive junto à Unesco e ao Parlamento Europeu, para repatriar as peças retiradas do Partenon e que se encontram no Museu Britânico.

Acrópole

Multidão dirige-se à acrópole de Atenas na procissão das Panateneias em homenagem à deusa Atena. Reconstituição artística, Yale University Press.

Veja mais

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn