Limes

O limes, palavra em latim que significa “limites”, era o sistema de fortificações estabelecido ao longo de algumas fronteiras do Império Romano. Não era uma linha contínua, mas estava nos pontos mais vulneráveis do império como em trechos da África, da Síria, da Germânia (ao longo do rio Reno), do Danúbio, e da Britânia (atual Grã-Bretanha). Nesses locais foram construídos fortes, valas, paliçadas e muralhas, como a Muralha de Adriano na Britânia que cortava a ilha de leste a oeste.

O limes protegia o mundo romano de incursões e invasões bárbaras. Muitas vezes, porém, o limes servia de base para novas conquistas, e não apenas de defesa.  Frequentemente, uma legião ficava ali aquartelada e eram comuns as trocas comerciais com as aldeias da região inclusive com povos que viviam fora dos limes.

Limes

Limes da Grã-Bretanha, reconstituição artística de um pequeno forte na Muralha de Adriano.

Veja mais

  • Limite e fronteira
  • Território

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn