Anarquismo

Palavra derivada do grego anarchia, que significa “sem governante ou autoridade”. Seria, portanto, uma sociedade livre de qualquer controle político. O termo nasce com o sentido negativo, de desordem, caos. Foi o filósofo francês Pierre-Joseph Proudhon (1806-1856), o primeiro a se declarar anarquista, que deu à palavra um sentido positivo em sua obra, de 1840, O que é a Propriedade? O filósofo russo Mikhail Bakunin (1814-1876) foi outro importante teórico do anarquismo, sendo considerado um dos mais influentes personagens do movimento dos trabalhadores no século XIX.

O anarquismo foi um movimento político do século XIX que visava a extinção total do governo, do Estado e de qualquer forma de autoridade de instituições sobre os indivíduos. Para os anarquistas, a burocracia estatal e a força policial suprimem a liberdade e enfraquecem o poder de decisão das pessoas. Defendem a liberdade dos indivíduos através da autodisciplina, responsabilidade, harmonia e solidariedade. Pregam a extinção da propriedade privada e defendem a propriedade coletiva e administrada pela livre associação.

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn