Babel, torre de

Babel é o nome bíblico de Babilônia, cidade na antiga Mesopotâmia.  A maioria dos estudiosos concordam que a Torre de Babel foi o zigurate chamado Etemenanki, templo dedicado ao deus Marduque ou Marduk (Merodaque, na Bíblia), por Nabopalasar, rei da Babilônia, no século VI a.C., e que teria influenciado a narrativa bíblica narrada em Gênesis 11: 1-9.

Esse edifício imponente, dotado de amplas escadarias em toda a volta, tinha sete andares e cerca de 91 metros de altura, tendo no topo um santuário onde estava colocada a divindade. A descrição mais conhecida do zigurate Etemenanki vem de Heródoto, do século V a.C.  Uma estela com inscrição de Nabucodonosor II (séc. VI a.C.) descreve o Etemenanki e nela o governante babilônico se orgulha de ter construído a torre do templo. A estela foi descoberta por Robert Koldewey durante suas escavações em 1917. Os vestígios do zigurate já haviam sido descobertos por ele em 1900.

Quando Alexandre, o Grande conquistou a Babilônia em 331 a.C., ordenou a demolição do Etemenanki para reconstruí-lo desde a base. No entanto, sua morte inesperada pôs fim aos planos de reconstrução.

Torre de Babel

Reconstrução do Etemenanki, zigurate na Babilônia dedicado ao deus Marduk, e que os estudiosos acreditam ter inspirado a história bíblica da Torre de Babel. Desenho de Robert Koldewey, 1919.

 

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn