Fascismo, nazifascismo (veja Totalitarismo)

O fascismo é um regime político autoritário ocorrido na Itália entre 1922 e 1945, caracterizado por ser antidemocrático, antiliberal e anticomunista. O movimento foi fundado na Itália por Benito Mussolini e na Alemanha por Adolf Hitler.

A palavra fascismo deriva de fascio, um feixe de varas amarra a um machado, símbolo do poder e da autoridade do antigo Império Romano, que foi adotado como emblema por Mussolini.

Por assemelhar-se ao nazismo (que chegou ao poder na Alemanha em 1933), o fascismo é também chamado de nazi-fascismo.

O “fascio littorio” era um antigo símbolo da República e do Império Romano. Era levado pelo lictor, uma espécie de oficial de justiça e guarda-costas de magistrados, significando que uma ordem judicial iria ser executada. O símbolo foi adotado por Mussolini.

O fascismo ou nazi-fascismo não deve ser confundido com uma “simples” ditatura. Além de autoritário, é um regime em que o Estado controla todos os aspectos da vida nacional, enfatiza o ultranacionalismo enaltecendo o culto ao Estado e ao seu chefe chamado de Duce (do latim, dux, “chefe”), na Itália, e de Führer (“guia”), na Alemanha.

Para distinguir o nazi-fascismo de outros regimes autoritários, muitos especialistas aplicam o conceito de totalitarismo. Os poderes do Estado totalitário se concentram em uma só pessoa. Ele dirige a economia, detêm o controle da sociedade, monitora a vida das famílias e de cada cidadão. Utiliza-se de ampla mobilização das massas populares, submetidas ao comando do líder e manipuladas por intensa propaganda que exalta os valores tradicionais, o ultranacionalismo e a militarização visando a expansão territorial do país.

O conceito de fascismo foi usado por seus opositores como adjetivo para chamar qualquer ditadura do século XX como, por exemplo, o franquismo na Espanha, o salazarismo em Portugal e o peronismo na Argentina. Estes regimes apesar de autoritários e de terem uma ou outra característica do fascismo não se enquadram no conceito de totalitarismo. Em geral, são chamados de fascistas todos os que são a favor da restrição de liberdades e da extinção da oposição.

Veja mais

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn