Marxismo cultural

Marxismo cultural é uma expressão criada pela extrema-direita para chamar uma suposta estratégia de acadêmicos e intelectuais ditos comunista para subverter a cultura ocidental por meio de uma guerra cultural que pretende destruir os valores cristãos e promover o multiculturalismo.

O marxismo cultural, no sentido referido pela extrema-direita, nunca existiu e não corresponde a qualquer escola de pensamento na história. Trata-se de uma teoria da conspiração nascida na década de 1990 nos Estados Unidos e difundida no Brasil por Olavo de Carvalho, Instituto Liberal, Instituto Millenium, defensores da Escola sem Partido, Jair Bolsonaro e membros do seu governo.

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn