Enciclopédia

A Enciclopédia (palavra de origem grega, que significa “corpo de conhecimento”) ou Dicionário Racional das Ciências, Artes e Profissões foi uma volumosa obra publicada na França no século XVIII e da qual participaram as mais notáveis figuras do Iluminismo, incluindo Voltaire, Rousseau e Montesquieu.

O primeiro volume saiu em 1º de julho de 1751, editado por d’Alembert e Denis Diderot. A obra expressava a curiosidade da nobreza e burguesia do Antigo Regime por todos os campos do conhecimento, especialmente a ciência. Reunia artigos sobre artes, agricultura, medicina, botânica, física, matemática, cosmologia proclamando uma nova filosofia de humanismo e valorização da razão.

A distribuição da Enciclopédia foi favorecida pelo fato de que na época, o francês era falado em todas as cortes e salões europeus, de São Petersburgo, na Rússia, a Lisboa, em Portugal. Entre 1751 e 1780 foram publicados 35 volumes. O sucesso da Enciclopédia foi imediato na França e em toda a Europa iluminista. Sua tiragem rapidamente subiu para 4.200 exemplares, o que é muito considerando o custo e a abrangência da obra.

Os primeiros problemas começam com um artigo sobre Gênesis e a criação do mundo, escrito por um clérigo de pensamento livre, Padre de Prades. Os jesuítas consideraram este texto herético e obtiveram a ordem para apreender os dois volumes da Enciclopédia já publicados. Madame de Pompadour, influente cortesã e amante do rei Luís XV, da França, interveio e conseguiu suspender a proibição e autorizar a publicação dos cinco volumes seguintes. Os ataques contra a Enciclopédia e os “filósofos” continuaram de todos os lados. Em 1759, ela foi colocada no Index, a lista de livros proibidos para católicos romanos, mas continuou a circular.

A Enciclopédia além de reunir o conhecimento da época, trazendo uma rica documentação de diferentes ciências, contribuiu para a difusão das ideias iluministas e exerceu forte influência sobre a Revolução Francesa, a independência dos Estados Unidos e os movimentos separatistas na América.

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn