Cuneiforme (ver Suméria)

Cuneiforme é nome do sistema de escrita usado pelos antigos povos mesopotâmicos desde e considerado junto com os hieróglifos egípcios, a mais antiga escrita conhecida. O nome deriva do latim cuneus, “cunha”, e forma, forma, significando “em forma de cunha”, devido ao formato anguloso dos símbolos, impressos na argila úmida. O cuneiforme foi criado pelos sumários, entre 3400 a.C. e 3330 a.C.  Inicialmente, a escrita usava pictogramas, mas os símbolos foram se simplificando.

Os escribas sumerianos utilizavam o cálamo, um instrumento de escrita feito de um pedaço de cana ou junco, com a ponta cortada obliquamente. A tabuleta de argila marcada pelos sinais cuneiformes podia ser cozida no forno para criar um registro permanente ou ser reaproveitada raspando-se a superfície. Muitas das tabuletas achadas por arqueólogos se preservaram porque foram queimadas durante os ataques incendiários de exércitos inimigos contra os edifícios onde as tabuletas eram mantidas.

A escrita cuneiforme espalhou-se por todo antigo Oriente Médio sendo adotada pelos acadianos, babilônicos, elamitas, hititas e assírios que a adaptaram para escrever em seus próprios idiomas. Durante cerca de três mil anos o cuneiforme foi a escrita usada na Mesopotâmia desaparecendo no início da era cristã.

Cuneiforme

Sinal cuneiforme “EN”, para “senhor” ou “mestre”: evolução do pictograma de um trono por volta de 3000 a.C., seguido por simplificação e rotação até cerca de 600 a.C.

Veja mais

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn