Tronco (instrumento de castigo)

O tronco era um antigo instrumento de castigo, utilizado em várias sociedades, inclusive na África. Seu objetivo era imobilizar o condenado, submetendo-o ao extenuante cansaço, impossibilitando-o, inclusive, de se defender de insetos que o atacavam.

Consistia em um grande pedaço de madeira retangular, aberto em duas metades, com buracos maiores para a cabeça e, menores, para os pés e a mãos do escravo. Para colocar-se o negro no tronco, abriam-se as suas duas metades e se colocavam nos buracos o pescoço, os tornozelos ou os pulsos do escravo, após o que eram fechadas as extremidades com um grande cadeado.

Mesmo depois da abolição da escravidão no Brasil, o tronco ainda foi empregado em muitas fazendas para a prisão e castigo de ladrões de cavalo e de outros delinquentes.

Escravos no tronco, aquarela, Jean-Baptiste Debret, 1826-1831.

Compartilhe =]

Compartilhar no Facebook Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Pocket Compartilhar no Twitter Compartilhar no LinkedIn